Revista de Turismo do Nordeste

, / 0

Road Trip Vem Também! Day 5

SHARE

Ontem acabamos dormindo em Amarillo, no Novo México, uns 250 km antes de onde imaginávamos, pois queríamos contemplar a histórica “Route 66” e tentar sentir um pouco dessa história.

8a8ea67a54e64685a53a3105332bb351

 

Dormimos em um motel de beira de estrada, comum na Rota 66, embora fosse um moderno da rede Super 8 (lembrando que nos EUA, motel tem outro conceito, é como uma pousada no Brasil).

A Rota 66 neste trecho em que estávamos é um misto de estrada moderna, I-40, com pequenos trechos da “Historic Route”, que passam por dentro de pequenas cidades pelo caminho, algumas fantasmas, outras decadentes e muitas que ainda vivem do glamour da rota.

IMG_4154

Ao longo da viagem pudemos ver todo tipo de gente e transportes diferentes. Um rallye de carros antigos, bem antigos, alguns com motoristas e acompanhantes mais ou menos da mesma idade dos carros.

IMG_4187

 

Passávamos tirando foto e saudando-os e éramos correspondidos com ascenos. Deu uma vontade louca de estar participando daquele rallye, que logo deve ter parado, pois uma grande chuva se armou no caminho e a maioria dos carros eram conversíveis ou não tinham ar condicionado, lembrando que se tratava de carros muito antigos.

IMG_4175

 

Em rápida pesquisa na internet, ali mesmo durante a viagem, vimos que muitas das pessoas que participavam do evento tinham alugado os carros, pois qualquer um pode alugar um carro desse tipo e participar. Vimos alguns acompanhantes, pois os carros andavam sempre com duplas, tirando fotos com câmeras super potentes, da paisagem do percurso que eram lindas por sinal, esses geralmente orientais.

Grupos com motos, quase sempre Harley Davidson também faziam parte do cenário, durante a nossa viagem. Depois de atravessarmos o Novo México, sem pararmos em algumas cidades que gostaríamos, tipo Albuquerque que nos pareceu interessante e que em leituras rápidas constatamos que realmente era, entramos no Arizona onde logo de cara vimos um local lindo com Canyons e montanhas deslumbrantes, mas altamente prejudicados por barracas de comércio decadentes.

Nossa filha mais nova ficou impressionada em ver índios ao vivo pela primeira vez. E disse “minha professora tinha dito que eles não andam mais com aquelas coisas, agora eles usam roupas”. Pouco tempo a frente, nosso filho ficou impressionado com um casal pedindo carona, “caramba existe gente que viaja mesmo de carona”.

Logo chegou a noite e resolvemos que não iríamos parar, tiramos direto até Los Angeles, o que aconteceu depois de mais de 1500 KM às 4 da manhã.

Até amanhã! Com post sobre Los Angeles “a cidade das estrelas” !

PASSWORD RESET

LOG IN