Revista de Turismo do Nordeste

, / 0

Museu interativo faz visitante reviver experiência do Titanic

SHARE
Na década de 1990, o filme “Titanic” bateu recordes de bilheteria,deixando milhões de fãs emocionados com a história de amor fictícia em meio ao naufrágio real do navio, que teve início na noite de 14 de abril de 1912.Cento e quatro anos depois, dá parareviver um pouco a experiência “embarcando” no Titanic: The Artifact Exhibition, espécie de museu interativo localizado em Orlando, nos Estados Unidos.
A atração visa realmente fazer com o que os visitantes sintam a atmosfera da época. Logo na bilheteria, por exemplo, os que comprarem o ingresso recebem o “bilhete de embarque” da White Star Line, companhia de cruzeiros do Reino Unido e responsável pelo Titanic. Na parte de trás do bilhete é possível encontrar informações de passageiros que realmente estiveram na embarcação.
image (2)
Já na entrada, uma atriz que interpreta Molly Brown, passageira real da embarcação e que Kathy Bates deu vida no longa, recepciona os visitantes. Além disso, a exposição recria vários ambientes do navio e usa até mesmo peças originais da embarcação. Os itens que possuem uma tarja preta são legítimos, e os de tarja branca réplicas. Peças como as cadeiras de descanso do deque, louças e até uma garrafa de champanhe que foram encontrados nos escombros da embarcação fazem parte dos objetos originais que estão em exposição. A escadaria do relógio, onde Rose encontra Jack vestido como um homem rico, também faz parte da mostra.
Além deste ambientes, percorre-se as instalações de primeira classe, um local que simula e recria a sala de controle do navio e o deck, a fim de que se tenha a sensação de estar na embarcação no dia do naufrágio.
image (1)
O passeio termina com réplicas dos jornais da época noticiando a tragédia. Além disso, os visitantes podem ver e tocar no iceberg que causou o acidente. No local existe um pedaço real do casco do navio, o qual pode-se tocar.
Fonte: Diário do Nordeste

PASSWORD RESET

LOG IN