Revista de Turismo do Nordeste

, / 0

Fortaleza se torna cidade irmã de Lisboa

SHARE

As capitais cearense e de Portugal passaram a ser cidades irmãs, segundo lei sancionada pela Prefeitura de Fortaleza. A intenção é facilitar as relações culturais, econômicas, turísticas, políticas e comerciais entre elas.

O trato prevê ainda o incentivo à integração das pessoas de ambas os destinos, como forma de fortalecer o turismo entre elas e até a possibilidade de firmar parcerias com a iniciativa privada.

Para o secretário de Turismo de Fortaleza, Erick Vasconcelos, o trato será uma forma a mais de divulgar o destino e incrementar o turismo. “A gestão vem estreitando relações com vários países. A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Turismo tem realizado ações de divulgação e promoção de Fortaleza em viagens, feiras e congressos. Com a irmandade teremos menos burocracia, o que viabilizará o fluxo de turistas entre as cidades. O fato de Fortaleza ser a capital brasileira geograficamente mais próxima da Europa contribui decisivamente também para buscarmos mais interação e comércio entre elas”, afirma.

Além de Lisboa, a Capital cearense já tem intercâmbio cultural, econômico e institucional com outras cidades, como: Miami (Flórida/EUA), Natal (RN); Praia, Sal e S. Felipe (Cabo Verde); Racine (Wisconsin/EUA); Montese (Itália) e Ferreira do Alentejo (Portugal).

O programa Cidades Irmãs iniciou em 1956 para promover a paz, a amizade e a compreensão entre dois povos. Através da diplomacia cidadã, o programa tem como objetivo fortalecer o intercâmbio de amizade e cooperação de forma a contribuir para a prosperidade das duas cidades.

Fonte: Diário do Nordeste

PASSWORD RESET

LOG IN