Revista de Turismo do Nordeste

, / 0

Vem conferir a entrevista exclusiva que Wesley Safadão deu à Revista VemTambém!

SHARE

Fôlego não falta! Com uma agenda intensa para um artista de 25 anos, Wesley Safadão percorre todo o Brasil com uma média de 25 apresentações por mês. Casas cheias e ingressos esgotados são comuns nos espetáculos e, desde que iniciou a sua carreira solo no ano passado, o cearense não para.

Em março deste ano, Wesley voltou de uma turnê pelos Estados Unidos onde repetiu o sucesso dos palcos brasileiros. Em Boston, por exemplo, cidade por onde iniciou a turnê de quatro shows, fãs chegaram a pagar até US$ 180 (R$ 700) para ver o ídolo. Segundo a produção do artista, os ingressos para a apresentação na cidade se esgotaram cerca de um mês antes da data agendada. Devido ao fato, eles acabaram abrindo uma data extra na cidade. Os ingressos também se esgotaram em Newark e no último show da turnê, em Atlanta, Wesley cantou diante de uma casa cheia.
“Foi uma experiência única. Me senti muito especial em poder trazer um pouco do Brasil para os Estados Unidos. Tinham muitos brasileiros com saudades de casa. É incrível conseguir trazer momentos alegres para a vida das pessoas e deixá-las mais felizes. Me sinto um privilegiado por isso” – confidenciou Wesley em uma conversa com a nossa equipe.

Tempo para fazer turismo? “É muito pouco, mas de vez em quando conseguimos dar um jeito na agenda e visitar alguns locais legais” – responde. “A parte ruim de viajar trabalhando é que sinto muitas saudades da minha família. Além de tentar estar em casa sempre, eu ligo toda hora, falo por vídeo conferencia. E sempre que posso levo eles comigo. Minha família é meu tesouro. ”
Apesar do stress e da correria dos shows, Safadão já conseguiu definir alguns rituais que ajudam ele com o cansaço dos deslocamentos. O primeiro é sempre dormir na cidade em que vai fazer o show no dia seguinte. Ele prefere pegar a estrada logo após um show e descansar na sequência. Essa rotina, inclusive, faz com que ele consiga guardar energia para encontrar com os fãs antes das apresentações. “Quando eles chegam emocionados e cheios de expectativa, eu penso logo que não posso decepcioná-los. A responsabilidade aumenta e eu me esforço mais ainda para fazer um show especial, pois o público merece muito”.

Wesley-Safadao-013

Além deste bate-papo sobre sua rotina durante as viagens, Wesley Safadão nos contou um pouco sobre suas preferências e fez algumas indicações para os leitores da VemTambém. Acompanhe.

VemTambém – Com o ritmo da sua agenda, acreditamos que passe mais tempo em hotéis do que com sua família. Há algum ritual ou atividade que você costuma fazer para se sentir mais em casa?

Wesley Safadão – Tento voltar em casa sempre que tenho uma brecha na agenda. Além disso, tento me fazer o mais presente possível, seja por telefone, por internet… Sempre dou um jeito.

VT – Qual show, fora do Ceará, você apontaria como o mais especial? E porque ele marcou tanto?

WS – Vários shows foram marcantes. Mas, para citar um especial, eu apontaria a gravação do meu DVD em Brasília. Fizemos um show bombado para mais de 40 mil pessoas no estacionamento do Estádio Mané Garrincha. A energia da galera era uma coisa impressionante. Foi uma noite cheia de emoção.

VT – Qual destino que você visitou e recomenda?

WS – Recomendo levar a família toda pra Disney, em Orlando. Ver a criançada feliz e se divertindo não tem preço.

VT – E qual lugar você ainda não visitou, mas gostaria de ir?

WS – Acho que nosso próximo destino turístico vai ser a Europa.

VT – Qual é a sua praia?

WS – Uma das praias mais bacanas que visitei foi Jericoacora, no Ceará. Passei uns dias de férias lá e foi super legal. É um local bem diferenciado: bonito, tranquilo, com muitas opções de culinária e excelentes locais para se hospedar.

PASSWORD RESET

LOG IN